“Como garantir a vida útil dos pneus?

#Pneus #NumeradordePneus #MarcadordePneu

Muitos motoristas e frotistas não conhecem as consequências negativas da falta de cuidado com os pneus dos caminhões e ônibus.

O pneu é parte importante para garantir o contato do veículo com o solo. Portanto, um desgaste pode afetar diretamente sua aderência ao asfalto, aumentando as chances de provocar um acidente, podendo colocar em risco a vida do condutor e dos passageiros.

Pois então, saiba que é possível aumentar a vida útil dos pneus com atitudes simples. Veja:

Verifique a calibragem com frequência. Pois, além da pressão ser importante na segurança, ela evita a aquaplanagem e também desgastes prematuros. Quando ignorada, a temperatura do componente aumenta e acaba forçando várias peças da suspensão. Recomenda-se que seja feita a calibragem toda vez que for abastecer.

Quando o assunto é caminhão, o consumo de combustível é um fato que influencia em sua rentabilidade. Reduzir esse gasto é uma tarefa que exige estratégia e está relacionada especialmente às condições dos pneus. O simples fato de não mantê-los calibrados já aumenta o consumo do diesel.

Faça o rodízio dos pneus mas consulte ajuda profissional antes, pois quando feito incorretamente, pode ocasionar o desgaste – do qual estamos tentando evitar.

Caso você queira alterar as configurações originais no ônibus ou caminhão, procure um especialista para ajudar. Nesses casos, pode ser necessário alguns ajustes na suspensão e troca de peças para adequação.

Respeite a capacidade de carga do veículo, e faça o alinhamento e balanceamento no período indicado pela marca. Menciona-se também, a manutenção preventiva para evitar problemas e gastos aleatórios.

Agora que você já sabe como garantir a vida saudável dos pneus, compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais. Afinal, quem faz a gestão corretamente dos componentes do caminhão e/ou ônibus, saem na frente desse processo.

“Fusão entre duas grandes locadoras de veículos

#Unidas #Localiza #NumeradordePneus #MarcadordePneu

Com o objetivo de se tornar a maior empresa na área de aluguel de veículos, gestão de frotas corporativas e carros por assinatura, a Unidas e a Localiza decidiram unir suas operações para formar uma nova companhia, focada em soluções de mobilidade. A empresa resultante, terá valor de mercado de 50,5 bilhões de reais e frota de quase 491.000 veículos – 336.000 no segmento de aluguel e 154.000 em frotas corporativas. 

Essa junção contribuirá para a criação de uma operação mais robusta, assegurando maior acesso à mobilidade e mais recursos para evolução de acordo com as demandas do segmento. Vale ressaltar que o mercado de aluguel de carros é altamente competitivo, com mais de 10 mil locadoras.

“As empresas terão mais capacidade de alavancar plataformas tecnológicas para aumentar a eficiência e ter maior impacto positivo na experiência dos clientes”, diz Luis Fernando Porto, presidente da Unidas, em coletiva com investidores sobre o negócio. 

Essa sociedade ainda está subordinada à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e das assembleias de acionistas de ambas as companhias.

A Unidas é uma das maiores empresas especializada em aluguel de carros em todo o Brasil. Já a Localiza, é uma rede brasileira de lojas, também especializada em aluguel de automóveis, porém atua em diversos países da América Latina, como Argentina, Paraguai, Colômbia, Equador e Chile.

Nova especificação da gasolina compromete o etanol ?

#Etanol #NumeradordePneus #MarcadordePneu

Com a nova especificação da gasolina, que será disponibilizada em todo o país a partir de novembro, o Etanol corre o risco de ser deixado de lado devido a eficiência energética e baixo custo do novo combustível. Segundo a Petrobrás, maior produtora de combustível derivado de petróleo no País, a nova gasolina promete reduzir o consumo em até 6%. Entretanto, o ganho em consumo é muito pequeno e há diversos fatores a serem analisados, como modelo do veículo, condições das vias, manutenção e estilo de condução.

Para esclarecer a dúvida, analisemos: o combustível de origem vegetal demonstra despesa perto de 30% a mais que a gasolina “antiga”, então, é possível visualizar vantagem em cima dele, somente quando o preço sobrelevar o gasto extra de combustível.

Como já dito, o ganho em consumo com a nova gasolina é muito pequeno. Além disso, tais ganhos só serão percebidos em motores modernos – especialmente os equipados com turbo e injeção direta de combustível, que até o momento, é um número muito raso da frota brasileira. Destaca-se também que, o percentual de etanol anidro foi mantido em 27% para as gasolinas comum e aditivada e em 25% para a gasolina premium com a nova formulação.

Portanto, a diferença no benefício não será notada no dia a dia, pois é irrisória.

A nova especificação determina que a gasolina comum tenha massa específica mínima de 715 kg/m³ e octanagem de pelo menos 92 octanas de acordo com a metodologia RON (research octane number ou método de pesquisa).

Já a gasolina premium deve ter pelo menos 97 octanas. Esse novo parâmetro de octanagem, de acordo com a Petrobras, é “mais adequado às tecnologias de motores” mais recentes.

Agora ficou mais claro quanto à diferença de eficiência entre os combustíveis nos motores ?

Caminhão e-Delivery começa a ser fabricado no Brasil

#Caminhão #NumeradordePneus #MarcadordePneu #e-Delivery

A Volkswagen Caminhões e Ônibus iniciou a produção do e-Delivery, seu primeiro caminhão elétrico criado no Brasil. A produção será realizada em uma unidade em Resende (RJ). Entretanto, não serão comercializadas por enquanto, pois o intuito inicial é realizar os ajustes necessários nos processos e na linha de produção definitiva do modelo.

Os primeiros veículos prontos, serão usados para treinamento de operadores do consórcio modular. Por ser elétrico, exige um processo maior de treinamento, sendo para funcionários, operadores e concessionários. Os trabalhadores da produção, por exemplo, estão sendo treinados para as demandas específicas do setor, como a montagem da bateria.

O E-Delivery é equipado com motor síncrono de ímãs permanentes de 244,7 cv e 219,2 mkgf (muito mais que seu equivalente a diesel, de 175 cv e 61,2 mkgf, que equipa o Delivery na versão 13.180), acoplado a uma transmissão com uma marcha à frente e a ré. Sua capacidade de carga é de 7,5 toneladas e o peso bruto total (carga+veículo+implemento) é de 14,3 toneladas. As baterias são de íons de lítio níquel-manganês-cobalto e têm capacidade de 240 kWh, o que garante uma autonomia estimada de 200 km.

Segundo a Volkswagen, a produção em série do caminhão terá início no primeiro semestre do ano que vem.

Projeção de veículos leves entre 2020 e 2021

#Veículos #NumeradordePneus #MarcadordePneu #Pneu #Frotas

No Brasil, as vendas de veículos somaram 983,3 mil unidades de janeiro a julho. Os resultados mostram que a produção, exportação e vendas domésticas se recuperam de maneira lenta e gradual. Os dados são da Anfavea.

Somando os primeiros sete meses de 2020, observa-se retração de 43,7% – em comparação ao mesmo período de 2019. O estudo estima que até o fim deste ano, sejam exportados 200 mil veículos. Portanto, significará contração de 52%.

A produção segue afetada pela paralisação das fábricas de veículos, porém, com a retomada gradual na metade do ano, algumas plantas voltaram a operar – de modo singelo. Em resumo, para 2020, a Anfavea projeta que serão produzidos 1,63 milhão de unidades.

Segundo a IHS Markit 2021 o crescimento projetado é de 23%, com 2,29 milhões de emplacamentos. Para o mercado argentino, a consultoria prevê cerca de 35 mil unidades e estima que as vendas de 2020 irão para 295,5 mil veículos leves vendidos, em queda de 33,5% sobre 2019 – indo contra as estimativas da Anfavea. Para 2021 a projeção também subiu, para quase 300 mil, com alta estimada de 1,4%.

Como ter uma alimentação saudável na estrada

#Caminhoneiros #Alimentação#numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #alugueldefrota

A rotina dos caminhoneiros se baseia em passar horas ao volante para cumprir prazos de entregas. E devido a correria e falta de tempo livre, acabam se alimentando de forma inadequada, consumindo comida calórica e sem nutrientes e vitaminas. Para manter a energia e comer de maneira saudável, é necessário se alimentar de forma moderada e fazer refeições equilibradas.

Coma sempre verduras e legumes de cores variadas. É recomendado comer ao menos cinco porções de frutas, legumes e vegetais todos os dias. Portanto, beba sucos de frutas no café da manhã e após o almoço.

Escolha alimentos integrais, porque eles contêm grandes quantidades de fibras e podem ajuda-lo a manter-se satisfeito por mais tempo. Tente desviar de alimentos processados, pois estes não satisfazem a fome e a longo prazo, podem fazer mal. Prefira, por exemplo, lanches proteicos, como: amêndoas, amendoins e as famosas barras de cereais.

Mantenha sempre o reservatório de água do caminhão limpo, e tome pelo menos oito copos de água por dia.

É recomendado que não durma logo após as refeições e nem ingira alimentos pesados a noite, pois neste período de tempo, a digestão é mais lenta.

Com essas dicas, você caminhoneiro vai se sentir satisfeito com a alimentação e conseguirá levar sua rotina de forma adequada, com energia e disposição.

Compartilhe com seus colegas.

Locadoras estão otimistas para o segundo semestre

#Locadoras #SegundoSemestre #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #alugueldefrota

Apesar do recuo dos mercados nacionais no início do ano, em março, as locadoras registraram renovações de contratos e novos contratos surgidos de empresas que estão trocando frotas próprias por alugadas. Isso porque, a terceirização de frotas se mostra mais adequado neste momento, em que a qualidade, a redução de custos e o ganho de produtividade para a empresa são fatores essenciais.

O fator limitante, foi a paralisação das fábricas, que impediu um número maior de acordos. As locadoras por sua vez, queixam-se das barreiras na compra de veículos novos com esse congelamento. Porém, as empresas arrendadoras preveem que se recuperarão mais rapidamente do que o restante da indústria. A justificativa é que, em busca de permanecer com o distanciamento social, o transporte individual se torna uma opção eficiente. 

Da mesma forma que, com o retorno gradual do mercado, com crédito e renda retornando aos níveis usuais, as concessionárias voltarão aos patamares sustentáveis de vendas, pois os empresários conseguirão, finalmente, visualizar um cenário econômico tangível com mais clareza. 

BYD Brasil e KWfleet lançam modelo de negócio revolucionário

#energia #negócio #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #alugueldefrota

Em operação à pouco mais de um ano, a startup que atua exclusivamente com a locação de veículos elétricos para transporte de cargas, KWFleet, investiu R$ 30 milhões em sua frota, com a aquisição de 150 vans da empresa chinesa BYD. O sistema é baseado na locação de frotas e engloba todas as etapas e custos da operação como: geração da energia, abastecimento, capacitação do motorista, manutenção e otimização das frotas. A empresa chinesa por sua vez, tem fábrica em Campinas e produz seu próprio chassi para ônibus elétricos e painéis fotovoltaicos.

A KWFleet afirma que até 2023, quer ter uma frota de 5 mil veículos 100% elétricos. Além de não emitirem poluentes e serem silenciosos, as vantagens dos veículos elétricos, segundo Luiz Carlos Magalhães, presidente da KWFleet, são os custos menores com abastecimento e manutenção e também isenção do rodízio. A energia usada para abastecimento dos automotores custa em torno de 25% do valor gasto com gasolina e diesel. Contudo, até o momento, a empresa está focando somente na locação para empresas na grande São Paulo.

A geração da energia para o abastecimento dos carros, virá, já a partir do próximo ano, de uma fazenda de energia fotovoltaica da GD Solar, que possui uma JV-Joint Venture com a KWfleet.

“O mercado está buscando soluções sustentáveis, mas que sejam ao mesmo tempo viáveis economicamente, não basta ser verde se não for possível agregar ganhos financeiros para a operação. Com essa van conseguimos entregar um desempenho ainda melhor que as opções ‘tradicionais’ à combustão. O retorno das empresas é excelente”, conta Carlos Roma, Diretor de Vendas da BYD do Brasil.

O que o nióbio tem a oferecer ao setor automotivo.

#indústria #calibradordepneus #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #nióbio

Ei! Você conhece o nióbio? Veja como o material pode ajudar e muito o setor automotivo quando o assunto é bateria para carros elétricos.

.

.

.

#indústria #calibradordepneus #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #caminhao #onibus #controledepneus #frota #controledefrota #numeracaodepneus #pneus #pneusindustriais #rastreamento #frotadecarro #frotadecaminhao #frotadeonibus #locadoradecarro #nióbio

Pagamentos flexíveis e taxas reduzidas são vantagens na aquisição de caminhões seminovos.

#indústria #calibradordepneus #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #caminhãoseminovo

Boa! Está pensando em adquirir um novo veículo para trabalhar? Veja as vantagens de comprar um caminhão seminovo.

.

.

.

#indústria #calibradordepneus #numeradordepneus #marcadordepneu #pneu #caminhao #onibus #controledepneus #frota #controledefrota #numeracaodepneus #pneus #pneusindustriais #rastreamento #frotadecarro #frotadecaminhao #frotadeonibus #locadoradecarro #caminhõesseminovos